Em Desterro: Bando invade casa, agride vereador e tenta estuprar mulher

terça-feira, 2 de novembro de 2010

O vereador do município de Desterro, José Gonçalves da Silva, 62 anos, mais conhecido por Deda Fiscal teve a casa invadida por cinco homens no início da tarde dessa segunda-feira (1º). No momento da invasão apenas a mulher do vereador, Maria Aparecida Farias, estava em casa, ela foi agredida fisicamente e verbalmente pelos adversários políticos do vereador.

Segundo ela, os agressores chegaram a abaixar as calças e tentar agarrá-la com intenção de estupro. Durante a luta corporal Maria teve dois dedos da mão fraturados e várias escoriações pelo corpo.

O vereador foi avisado da invasão e ao chegar a casa foi agredido com uma pedra que atingiu a perna do mesmo que teve fratura exposta. Durante as agressões o filho de Deda Fiscal, José Nildo Farias Gonçalves, também foi atingido com socos e pontapés, até a nora do vereador foi agredida, ela teve o rosto machucado por esfregões ao chão.

O vereador junto com a mulher foram levados ao Hospital Regional de Patos, o parlamentar se submeteu a cirurgia e a mulher teve a mão imobilizada.

Dos cinco acusados, um deles ao perceber a gravidade dos fatos tentou fazer os outros pararem, como não conseguiu, foi embora. Já os outros quatro continuaram com as agressões que também foram vistas pela vice-prefeita Rosângela Fátima Leite (PSB) e um assessor que nada fizeram.

O caso foi parar na delegacia, a polícia acabou prendendo três dos acusados conhecidos por João Paulo, Genilson, Eugênio e o Giba, conhecido por Giba de Tantão que está foragido.

Os acusados foram encaminhados para a delegacia da polícia civil de Patos para apurações do caso. Segundo o advogado do vereador, o caso será levado a frente como tentativa de homicídio e de estupro.

A delegada que está a frente do caso, Simone Quirino, informou que vai ouvir testemunhas e acusados e depois enquadrá-los na lei.

Mônica Rodrigues da Rede Correio Sat

0 comentários:

Postar um comentário