Jornal Contraponto passa a circular semanalmente em Itapetim

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Na última sexta-feira (21), o jornal paraibano, Contraponto, passou a circular, gratuitamente, no município de Itapetim, no Sertão de Pernambuco. A iniciativa faz parte de uma parceria do jornal, do itapetinense, atualmente residente de Cabedelo (PB), Amiraldo Patriota, e do Portal JP.

O periódico circulará semanalmente, com notícias da Paraíba, do Brasil e do mundo. Os jornais serão distribuídos em casas comerciais, órgãos públicos e em locais de maior concentração de pessoas.

Para Amiraldo, o Contraponto será mais um importante meio de informação em Itapetim. “Nosso objetivo é interagir e deixar nossa gente ainda mais informada, através de um novo veículo de comunicação”, enfatizou.

+ veja fotos de alguns leitores itapetinenses

O Jornal

O Contraponto foi fundado em 15 de setembro de 2000, pelo atual diretor geral, João Manoel de Carvalho. O jornal tem uma tiragem semanal de 10.600 exemplares. Na Paraíba, é distribuído nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Cajazeiras e Catolé do Rocha.

Por Jean Philippe

3 comentários:

patriotajp disse...

AMIRALDO PATRIOTA

Informar, interagir, tornar ciente. Quando tomei contas de que poderia fazer uso desse informativo independente, e remeté-lo aos meus conterrâneos, deixando-os em dia com as notícias do estado vizinho, do Brasil e do mundo, não penssei duas vezes e logo tomei a iniciativa. Pensei numa maneira de distribuição estratégica,onde mais pessoas podessem ter acesso. Como: Casas comerciais, orgãos públicos, farmácias etc... Locais onde ouver maior concentração de pessoas, para que todos possam também dá aquela olhadinha nas notícias enquanto fazem suas compras ou mesmo no ato do velho bate - papo. BOA LEITURA CAROS CONTERRÂNEOS!...

Anônimo disse...

ler é um exercício. saber para transformar algo, mudar, ser "uma metamorfose ambulante do que ter uma opinião formada sobre tudo". leitura, a chave da transformação.

KASSYA disse...

Como faço para me comunicar com o Jornal? O telefone não atende, tb não acho e-mail, nem twitter.

Postar um comentário