Multidão dá último adeus ao vice-prefeito de Itapetim, João Archanjo

sábado, 1 de janeiro de 2011

Autoridades políticas e poetas homenageiam João durante velório e sepultamento


No último dia do ano, uma multidão participou das últimas homenagens ao vice-prefeito e poeta de Itapetim, João Archanjo. A morte do vice atraiu admiradores de diversas partes do Estado de Pernambuco.

Na Câmara Municipal de Vereadores, onde o corpo foi velado, estiveram algumas autoridades políticas. Dentre elas, o prefeito de Itapetim, Adelmo Moura (PSB), e o deputado estadual, Ângelo Ferreira. Vereadores, secretários e diretores municipais também participaram do velório. Os poetas, Zé Adalberto, Rogério Menezes e Sebastião Dias, a dupla, Raimundo Nonato e Nonato Costa, além de diversos vultos da cultura itapetinense, também passaram pelo local.

Ainda na Câmara, o Padre Edivaldo Brito celebrou a missa de corpo presente. Logo depois, a secretária de educação do município, Fátima Piancó, e Ângelo Ferreira externaram seus sentimentos pelo político e apoio à família. Em seguida, os cantadores, Rogério Menezes e Sebastião Dias, homenagearam o poeta.

O cortejo fúnebre saiu às 16h50 e passou pelas principais ruas do centro da cidade. Uma parada em frente à casa do vice, acompanhada de uma salva de palmas, marcou o trajeto.

No Cemitério Izabel Delfino, na mesma cidade, onde aconteceu o sepultamento, mais homenagens: em versos, poetas itapetinenses relataram a surpresa da morte do cantador de viola e enalteceram suas qualidades como marido, pai, avô, amigo e político.

[+] veja as fotos

João Archanjo de Sousa faleceu na manhã da última quinta-feira (30). Ele sofreu um infarto fulminante na garagem de casa. João tinha 57 anos, nasceu no dia 6 de abril de 1953. Foi poeta, cantador de viola, organizador de muitos festivais de poesia, comerciante, presidente do Rotary Clube de Itapetim e em janeiro de 2009 assumiu o cargo de vice-prefeito de sua terra natal. O político deixa a esposa, Maria das Neves Archanjo e três filhos, Karla Cristina, Márcia Clotilde e Vital Heberth.

Texto: Jean Philippe / Jomar Camussi


3 comentários:

suelioevc disse...

NÃO DIGO QUE ITAPETIM PERDEU
MAS SIM QUE FOI PRIVELIGIADA
POR TER EM SUA TERRA AMADA
ALGUÉM DE CARÁTER COMO O SEU
NÃO DIGO QUE JOÃO MORREU
E SIM, DE ONDE VEIO VOLTOU
DO CÉU UM ANJO QUE DEUS MANDOU
PARA AJUDAR A QUEM PRECISAVA
E ASSIM PARA O CÉU VOLTAVA
JOÃO, O ANJO QUE DEUS ABENÇOOU

SEU CARGO, VICE PREFEITO
MAS ISTO NUNCA IMPORTOU
DE SUA AUTORIDADE NUNCA USOU
PARA TRATAR ALGUÉM COM DESRESPEITO
SER HUMILDE ERA O SEU JEITO
AJUDOU A QUEM PRECISAVA
SUA MÃO AMIGA ELE NUNCA NEGAVA
ASSIM FOI A VIDA DE JOÃO
DE TODOS AMIGO E IRMÃO
ALEGRIA COM ELE SEMPRE ESTAVA

SUA FESTA ERA CANTORIA
AMIGOS, ERAM SUA RIQUEZA
DEUS, SUA MAIOR FORTALEZA
JOÃO, SINÔNIMO DE ALEGRIA
SUAS PALAVRAS ERAM POESIA
BONS CONSELHOS ERAM OS SEUS
CATÓLICOS, CRENTES OU ATEUS
JOÃO NUNCA DISCRIMINOU
QUEM PERTO DELE JÁ CHEGOU
É COMO SE ESTIVESSE PERTO DE DEUS.

carlos disse...

é meu homen simples joao galego quando o nosso pai nos chama, temos que ir morar com ele, talvez ele esteja precisando de um homen forde e puro para lhe ajudar na lida, com certeza serás um bom ajudante do senhor. descance em paz nosso amigo, primo irmao. joao galego!!!!!

Anônimo disse...

ele era um otimo vice foi senpre nosso amigo senpre nas horas dificies ele estava com nosco
ele nos deixou muitas saudades querido vice descanse en paz

Postar um comentário